Eventos de São Paulo

Mostra de Cinema Ecofalante – Projeção e debate em volta do documentário "De cendres et de braises" com a presença do professor Pascal Raggi

30/05/19

Compartilhe:

A  Mostra Ecofalante de Cinema será realizada em São Paulo, Brasil, entre os dias 30 de maio e 12 de junho de 2019.

A Mostra Ecofalante de Cinema é um evento anual que contribui para a difusão de importantes e premiadas obras cinematográficas raras ao público brasileiro. Através de filmes e debates, a Mostra amplia e enriquece discussões ambientais que envolvem a totalidade de nossa sociedade. A iniciativa é a maior mostra de cinema gratuita de São Paulo e é considerado o mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado a temas socioambientais.

Organizado em sete eixos temáticos, o programa Panorama Internacional Contemporâneo reúne 44 títulos, representando obras recentes, em sua maioria inédita no Brasil, de 19 diferentes países.

Este ano, na programação sobre a temática Trabalho, o documentário da realizadora francesa Manon Ott, Cinzas e brasas/De cendres et de braises (França, 2018, 73’), precederá o debate sobre desindustrialização que acontecerá domingo, 2 de junho, no Reserva Cultural. A sessão do filme começará às 18h30, e o debate, às 20h. A mesa contará com a presença do historiador francês Pascal Raggi, da Université de Lorraine, de José Dari Krein, professor de Economia da Unicamp e de Jacob Carlos Lima professor de sociologia na UFSCar.

Mais informações sobre o filme:

Projeção dia 02/06 as 18h30 na Reserva Cultural

http://ecofalante.org.br/

Cinzas e brasas/De cendres et de braises

(França, 2018, 73’)

Sinopse: Les Mureaux, em Paris, é uma área de habitação popular. A poucos quilômetros de distância, as fábricas da Renault ainda empregam parte dos habitantes, como os filhos daqueles que vieram da África Subsaariana e da região do Magreb na década de 1960. O que resta da classe trabalhadora? Entre os conjuntos habitacionais, na entrada da fábrica com sindicalistas e militantes ou na margem de um lago, o filme se compõe do discurso de quem mora lá, seja ele razoável, suave, rebelde ou ainda cantado.

Sobre o pesquisador francês convidado:

 Pascal Raggi é historiador e docente na Universidade de lorraine (nancy), ele é pesquisador no Centro de Pesquisa Universitario Lorrain de Historia (CRULH) e pesquisador associado no CRESAT (Mulhouse).Suas são referente a historia industrial, mineradora e social no século XX. Ele recentemente co-dirigiu com o François Audigier Os sindicatos em frente à violência militante dos anos 1980 até hoje (Riveneuve, 2018) e publicou A desindustrialização da Lorraine e do ferro (Éditions Classiques Garnier, 2019).