Eventos de Brasília

Programação do Cinema Le Corbusier – Março 2019

13/03/19

Compartilhe:

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL - DIA DA MULHER

Quarta-feira, 13 de março, às 19h

1. Cabelo Bom (Rio de Janeiro - 2017)
De Swahili Vidal e Claudia Alves
Documentário. 15 min. Livre.

Sinopse
Três personagens expõem suas relações com seus cabelos crespos, suas trajetórias de vida, histórias de preconceito e cómo a autoaceitação de suas raízes, capilares inclusive, é fundamental para se afirmarem como mulheres negras.

2. Solte a Voz (Ouvrir la Voix - França - 2017)
De Amandine Gay
Documentário. 2h02. A partir de 16 anos.


Sinopse
Solte a voz é um documentário sobre mulheres negras da história colonial europeia na África e nas Antilhas. O longa reúne vozes de 24 mulheres de origem africana, entre cidadãs, ativistas, engenheiras e pesquisadoras, que falam sobre suas identidades enquanto mulheres negras vivendo na França. Os depoimentos focam na discussão das interseções entre discriminação, arte, pluralidade de vidas e a necessidade de se apropriar das narrativas de si.

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL - MOSTRA DE CINEMA FRANCÓFONO - SEMANA DA FRANCOFONIA 2019

Segunda-feira, 18 de março, às 19h 

A Nossa Espera (Nos Batailles - Bélgica, França – 2018)
De Guillaume Senez
Com Romain Duris
Drama. 1h38min. A partir de 12 anos.


Sinopse
Quando sua esposa deixa a família para trás, Olivier precisa tomar partido e balancear vida profissional, vida doméstica e as necessidades de seus filhos de 9 e 6 anos.

Terça-feira, 19 de março, às 19h 

Wallay (Burkina Faso, França – 2017)
De Berni Goldblat
Com Hamadoun Kassogué, Ibrahim Koma, Makan Nathan Diarra
Comedia. 1h24min. A partir de 12 anos.

Sinopse
Ady tem 13 anos e não escuta mais seu pai que cria-lo sozinho. Seu pai, no limite dos seus recursos, resolve confiar Ady ao seu tio durante o verão. O tio Amadou e sua família vivem do outro lado do mediterrâneo no Burkina Faso. Lá, 13 anos é a idade para se tornar um homem, mas Ady que acha que está de férias, não vê as coisas dessa maneira...

Quinta-feira, 21de março, às 19h 

Hochelaga, Terre des âmes (Canadá-Quebec – 2017)
De François Girard
Drama histórico. 1h40min. A partir de 14 anos.

Sinopse
Em Montreal, um jogo de futebol é interrompido logo que ocorre um deslizamento de terra no campo do jogo. O buraco criado transforma-se rapidamente em um sítio arqueológico. É lá que o universitário e arqueólogo mohawk Baptiste Asigny decide fazer escavações. Ao passo que retira objetos do solo, segredos do passado ganham vida. Várias gerações de pessoas de culturas diferentes ocuparam esse lugar e se trataram, às vezes, com violência. 750 anos de história residem nessa terra. Pode até ser o lugar onde Jacques Cartier se encontrou com os iroqueses da pequena aldeia de Hochelaga, que em breve seria chamada de Montreal.

Segunda-feira, 25 de março, às 19h 

Um Ano Polar (Une Année Polaire - França – 2017)
De Samuel Collardey
Com Anders Hvidegaard, Asser Boassen, Thomasine Jonathansen
Comédia dramática. 1h34min. Livre.

Sinopse
Em seu primeiro emprego de professor, Anders escolheu a aventura e espaços abertos: foi ensinar na Groenlândia, em Tiniteqilaaq, uma aldeia de 80 habitantes. Nesta vila isolada do resto do mundo, a vida é dura, muito mais do que Anders imaginou. Para se integrar, longe das vivências de sua nativa Dinamarca, ele terá que conhecer essa comunidade e seus costumes.

Terça-feira, 26 de março, às 19h 

1. África sobre o Sena (Afrique sur Seine - França, Senegal - 1957)
De Mamadou Sarr e Paulin Vieyra
Com Marpessa Dawn, M Bathily, AM Baye, C. Clairval, D. Dane, I. Diop, M. Leprovol, P. Letourneur, L. Malik.
Documentário. 21 min. A partir de 14 anos.

Sinopse
A África está na África, sobre as margens do Sena ou no Quartier Latin? Interrogações "meio-amargas" de uma geração de artistas e estudantes à procura de sua civilização, sua cultura e seu futuro.

2. Dona Esther (Madama Esther - Madagascar - 2013)
De Luck RAZANAJAONA
Comédia dramática. 15 min. A partir de 14 anos.

Sinopse
Dona Esther, uma empregada doméstica de cinquenta anos, foi demitida. Sua promessa de levar seu neto para ver o mar é adiada, até encontrar um método para sobreviver...

3. Pequena Luz (Petite Lumière - França, Senegal - 2013)
De Alain Gomis
Com Djolof Mbengue, Assy Fall, Thierno Ndiaye Doss 
Comédia dramática. 15 min. A partir de 14 anos.

Sinopse
Em Dakar, no Senegal, Fatima e uma pequena menina de 8 anos. Abrindo e fechando a geladeira, ela se pergunta se a luz continua acesa depois que a porta fecha...Ela descobre que não. Em seguida, Fatima desce na rua, fecha os olhos, os abre de novo, os fecha novamente...As pessoas ainda existem quando seus olhos estão fechados?

4. Les Avalés du Grand Bleu (Togo, França - 2014)
De Maxime Kossivi Tchincoun
Drama. 26 min. A partir de 14 anos.

Sinopse
Na espera de noticias de um parente próximo que viajou para Europa numa piroga, a professora Koffi percebe que o pai de um dos seus alunos morreu no mar. Um filme para sensibilizar a juventude sobre os riscos da vida, após sair de casa.

Quarta-feira, 27 de março, às 19h 

A Amante (Inhebbek Hedi - Tunísia, Bélgica, França - 2016)
De Mohamed Ben Attia
Com Majd Mastoura, Rym Ben Messaoud, Sabah Bouzouita
Drama. 1h44min. A partir de 14 anos.

Sinopse
Na Tunísia recém-democrática, Hedi é um rapaz de 25 anos cuja vida está sendo traçada pela mãe super protetora. Apático e acomodado, ele trabalha em uma concessionária de carros e está prestes a se casar com uma moça escolhida pela família. Mas, ao ser escalado para uma viagem de trabalho, ele se apaixona pela funcionária de um resort, uma jovem de espírito livre, e isso irá estremecer o planejado futuro que o espera.

Quinta-feira, 28 de março, às 19h 

Le Vent tourne (Suiça, Bélgica, França – 2018)
De Bettina Oberli
Com Mélanie Thierry, Pierre Deladonchamps
Ficção. 1h26min. A partir de 12 anos.

Sinopse
Uma fazenda no Jura, longe de tudo. É neste lugar que Pauline e Alex realizaram seu sonho de ter uma vida auto-suficiente, em harmonia com a natureza. O projeto deles é construído com amor, ideais e trabalho. O casal quer ir para a etapa da independência total e produzir sua própria eletricidade. A chegada de Samuel, que veio instalar uma turbina eólica, vai perturbar profundamente Pauline, mexendo com o casal e seus valores.