Eventos de Recife

[Recife] Novembro Digital no Rec N Play

07/11/18

Compartilhe:

Novembre Numérique – Digital e Democracia
 


O Institut Français lançou pelo segundo ano um edital destinado às culturas digitais, chamado “Novembre Numérique” (Novembro Digital). No Brasil, o evento acontece no Rio de Janeiro, em São Paulo e no Recife, onde integra a programação do Rec N Play, possibilitando uma troca rica com os profissionais mobilizados pelo festival. Para essa edição brasileira, o tema escolhido cria a oportunidade de pensar sobre as interações entre Digital e Democracia.

Rec N Play é um festival de experiências digitais e economia criativa produzido pelo Porto Digital, um dos principais parques tecnológicos brasileiros, localizado na ilha do Recife Antigo, que agrega 267 empresas e emprega 8500 profissionais. Especializado em TIC e economia criativa, o parque investe particularmente nas áreas de game, multimídia, audiovisual, animação, música, fotografia e design. O Portomídia é o polo de economia criativa do Porto Digital, disponibilizando para a comunidade local um acompanhamento de projetos além de uma estrutura de ponta com laboratórios de objetos urbanos e conectados, laboratórios de pós-produção, incubador, acelerador, vários espaços de apresentação e de trabalho.
A segunda edição do Rec N Play ocorre de 7 a 10 de novembro : o Bairro do Recife é transformado numa vila de experiências digitais criativas. Durante quatro dias, especialistas das mais diversas áreas de tecnologia, economia criativa e cidades participarão de atividades como workshops, palestras, painéis, shows, exibições e rodadas de negócios espalhadas por diversos pontos do Bairro.

A programação do Novembro Digital integra o Rec N Play, possibilitando uma troca rica com os profissionais mobilizados pelo festival.
Novembro Digital traz ao Recife uma curadoria de realidade virtual, em parceria com o Forum des Images (centro cinematográfico parisense) assim como uma mesa redonda sobre a economia da realidade virtual com Marc Lopato da Diversion Cinéma, um distribuidor especialista. Além disso, uma parceria com o Mobile Film Festival (Paris) traz uma seleção de mini-filmes feitos com celular. O festival acolhe também o coletivo de artistas franceses kom.post, para uma performance de rádio que explora as ligações entre literatura e som, após uma residência de pesquisa sobre a(s) literatura(s) local(is), construindo um diálogo sensível com o trabalho desencadeado pelos artistas em outros paises e outros idiomas.

PROGRAMAÇÃO:

* MOSTRA REALIDADE VIRTUAL – NewImages
A programação dedicada à realidade virtual foi feita em parceria com o festival NewImages, que aconteceu em abril de 2018 em Paris. NewImages, festival da criação digital e dos mundos virtuais, produzido pelo Forum des images, pretende atingir o grande público na exploração de iniciativas criativas e inovadores. 

Programação Novembre Numérique:
-  The Real Thing de Benoit Felici, coprodução Artline Films, DV Group e Arte France
- 700 Requins de Manuel Lefèvre e Frédéric Gourdet, coprodução Neotopy e Le Cinquième Rêve.
- IBox, La Boîte à Insultes de Emmanuel Albano, produção 3Motion Inc
- Chuang – In the Picture de Qing Shao, produção VR Times
- 4 épisodes de Paris l’Envers du Décor: une Promenade en Réalité Virtuelle, seriado coproduzido pelo Forum des Images e TV5MONDE.

 
 ***7, 8 e 9 de novembro na Galeria Digital da Jump – Rua do Apolo 235, Recife Antigo***


* RODA DE CONVERSA "Empreendendo em Realidade Virtual: Case da Mantus Studio no Brasil e da Diversion cinema na França"
Em presença de Marc Lopato (Diversion Cinéma, França)

***7/11 às 16h na Galeria Digital da Jump – Rua do Apolo 235, Recife Antigo ***



* LEITURAS ELETRICAS CORPUS #RADIO
Performance radiofônica - escuta compartilhada

O coletivo artístico e internacional kom.post, baseado na França, é um lugar de pesquisa e de experimentação onde se juntam artistas e pesquisadores de várias áreas, procurando novas formas de dialogar com seus públicos.
Nas Leituras Elétricas, o livro é o ponto de entrada para encontrar um conjunto de práticas que desenham o território literário, mas também estético e político do país, e para apreender as questões contemporâneas que ocupam e preocupam a sociedade.
Por isso, os artistas vão ao encontro do livro explorando as suas condições de compartilhamento, de realização, de difusão, mas também dos seus fabricantes e olhares: editoras, leitores (as), escritores (as), bibliotecários (as), todos esses profissionais e colaboradores que observam, trituram e amassam o pensamento como o próprio objeto do livro. A partir desses encontros realizados no território de Recife, os artistas vão construir um momento de escuta compartilhada no modo de um programa de rádio ao vivo.

Esse projeto está sendo desenvolvido há dois anos, em vários territórios (Paris, Arles, Atenas, Bruxelas...) e em várias línguas (francês, grego, árabe...). Em 2018, o coletivo inicia as suas pesquisas no Brasil, realizando residências em São Paulo, Recife e Rio de Janeiro. Pouco a pouco, um corpus literário sonoro internacional está se construindo, abrindo novos diálogos e trocas de olhares.

***7/11 às 20h no Auditório da Jump – Rua do Apolo 235, Recife Antigo***

* PROJEÇÃO #StandUp4HumanRights do Mobile film festival
50 filmes, 1 minuto, 1 celular !
50 filmes da seleção oficial #StandUp4HumanRights da 14° edição do Mobile Film Festival, serão exibidos no Festival Rec N’ Play. A chamada de filmes foi feita no âmbito das festividades do 70° aniversario da Declaração Universal dos Direitos Humanos, em parceria com YouTube Creators for Change, o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos e a União Europeia.

*** 9/11 e 10/11 à partir das 18h, no Palco Principal do Rec N Play***

Toda a programação do festival aqui : http://www.recnplay.pe/