Eventos de Recife

[Recife] Residência de curadoria artística franco-alemã com Paulo Bruscky

10/12/18

Compartilhe:

O artista recifense Paulo Bruscky é conhecido pelo mundo como um dos expoentes da arte conceitual brasileira e um dos pioneiros do Movimento Internacional de Arte Correio (arte por correspondência) no Brasil. Em 1981, recebeu o Guggenheim Fellowship com sua pesquisa sobre multimeios na reeducação sensorial.

Sua obra já foi exposta em vários museus, centros culturais e manifestações internacionais de arte, inclusive a Bienal de Veneza, e, entre outubro de 2017 e abril de 2018, o Centro Georges Pompidou (Paris).

A divulgação e conservação da arte ainda são um grande desafio: o artista mantém o maior acervo documental de arte contemporânea da América Latina, com mais de 70.000 itens, no qual resguarda ainda seus intercâmbios artísticos com correspondentes do Brasil e do exterior, com os quais estabeleceu parcerias criativas e profícuas discussões sobre arte/vida.

Do 10 ao 20 de dezembro, a produção artística do artista será justamente o objeto de uma residência de curadoria franco-alemão. Paulo Bruscky vai abrir seu ateliê ao curador francês Jean-Michel Bouhours, um dos fundadores do Centre Georges Pompidou, e a Gabriel Montua, curador alemão da Antiga Galeria Nacional de Berlim. Junto com o artista, os dois especialistas buscam desenvolver uma exposição a partir do acervo particular do Paulo Bruscky.

Último de vários eventos organizados esse ano com apoio do Fundo Cultural Franco Alemão

A residência desse mês acontece no âmbito de um projeto maior, patrocinado pelo Fundo Cultural Franco Alemão, fundo criado em 2003 e cujo objetivo é de estimular e apoiar projetos de cooperação desenvolvidos pelas redes diplomáticas dos dois países.
O projeto, chamado “Patrimônio do futuro - Cidades portuárias criativas e inovadoras: Recife, Nantes e Hamburgo”, nasceu sob o impulso do Consulado Geral da Alemanha e do Consulado Geral da França, ambos no Recife com atuação em todo o Nordeste.
Através do Fundo Cultural Franco Alemão já foram realizadas duas atividades em Recife em 2018.


(1) Residência de iluminação pública na reabilitação dos prédios e dos bairros

Entre o 22 de setembro e o 04 de outubro se reuniram em Recife os designers e especialistas em iluminação pública Thomas Klug (França) e Bernhard Dessecker (Alemanha), sob a coordenação da arquiteta e urbanista Márcia Chamixaes, com a proposta de inserir a iluminação pública no cenário da economia criativa a partir da valorização de espaços urbanos. O local escolhido para a intervenção foi a maior escadaria do Morro da Conceição, bairro da Zona Norte do Recife.

O grande objetivo do projeto era resgatar a autoestima dos moradores do bairro por meio de um conceito diferente de iluminação pública. Após duas semanas de trabalho, os especialistas construíram um protótipo que une cor, forma e luz, buscando provocar o sentimento de emoção e o pertencimento dos moradores. A proposta é que as luminárias sejam contempladas durante a noite, quando acesas, e durante o dia – tendo em vista que os elementos instalados irão interagir com a luz solar e serão articulados, permitindo que girem naturalmente com o vento.

O protótipo desenvolvido foi apresentado no final da residência, na sede da Emlurb em Recife. No início de novembro, outra apresentação foi providenciada para profissionais da área, no âmbito do Seminário Internacional de Iluminação Pública que aconteceu dentro do festival Rec N Play (Porto Digital – 7-10 de novembro no Recife Antigo).

(2) Uma residência entre músicos pernambucanos, alemães e franceses

O segundo evento organizado esse ano pelo Fundo Cultural Franco Alemão foi uma residência musical nos dias 26 e 27 de setembro, concluída por um show. Os artistas recifenses Henrique Albino (saxofonista multi-instrumental) e Alex Santana (percussionista) trabalharam com os músicos alemães, Andreas Weiser e Tino Derado da banda “Conexão Berlim”, juntamente com o francês Yves Guet. A residência foi realizada em parceria com o Paço do Frevo, onde também aconteceu o show final durante a “Hora do Frevo” na sexta-feira, dia 28.09.2018.


*

Sejam eventos abertos ao público ou mais intimistas, os vários encontros organizados pelo Fundo Cultural Franco Alemão com a participação de atores e parceiros franceses, alemães e brasileiros criaram muitas oportunidades de colaboração, não só no âmbito do que já foi feito, mas também para o futuro. É a demonstração de que as trocas de experiências e de olhares podem estimular a criatividade e ampliar o espectro de pontos de vista.

Podem acompanhar a residência de curadores nas páginas facebook dos consulados gerais:
Consulado Geral da França em Recife para o Nordeste
Consulado Geral da Alemanha em Recife